Paixão e Crime Passional

//Paixão e Crime Passional

A Paixão e o Crime Passional: estudo integrado envolvendo o direito literário, o direito penal, a criminologia, a psicologia e a psiquiatria forense

Este Trabalho de Conclusão de Curso pretende ir além da teoria, pois almeja alcançar uma nova visão sobre o crime passional e os sentimentos que o envolvem, entre eles a paixão.

Para tanto, encontra-se em seu desenvolvimento alguns conceitos importantes para a compreensão que o trabalho propõe ao leitor, uma compreensão que vai além do mero formalismo do direito penal, além das teorias de defesa que lotam as sustentações orais, além dos relatos que são notícias todos os dias. Este trabalho é um instrumento e pretende ser usado como tal.

Paixão, por muitas vezes confundida com o tão sonhado amor, é sentimento doloroso, forte, intenso e dominador que toma rumos desconhecidos e pode surpreender de forma benéfica ou prejudicial a quem está dominado por ele, e ao seu alvo. No decorrer do primeiro capítulo são utilizados alguns poemas que expressam muito bem o que sente um indivíduo apaixonado. Também será visto o conceito de amor e poemas que demonstram a verdade sobre ele.

Além do amor e da paixão, não poderia este trabalho deixar de descrever um pouco sobre o ciúme, que está diretamente ligado aos dois últimos, mas é encontrado com mais força na paixão.

De extrema relevância, assim como o primeiro capítulo, é o segundo com uma fundamentação mais teórica do crime passional e seus detalhes jurídicos.

E, por fim, um breve estudo sobre as possíveis causas do crime passional, com enfoque em alguns fatores que corroboram para que um indivíduo venha a cometer este crime e algumas possíveis formas de prevenção, baseadas em todo o conteúdo deste trabalho.

Foi de propósito esta forma de mesclar a poesia com a teoria crua e a criminologia com a psiquiatria forense, pois quem consegue explicar um crime tão complexo, que envolve sentimentos tão intensos, sem adentrar em caminhos mais profundos e perigosos, dentro da mente humana?

Quem pode julgar um homicida passional utilizando apenas o código penal e o que a doutrina diz sobre este delito?

O ser humano merece esta atenção e este espaço será utilizado para oferecer idéias e pensamentos baseados em fatos e estudos que podem abrir caminhos para novas perspectivas.

CONFIRA O TEXTO COMPLETO NO LINK ABAIXO:

Nenhum comentário ainda.

Deixe seu comentário

Seu email não será divulgado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.